core sc

Horários de Atendimento:

De Segunda a sexta-feira:

Sede Florianópolis:

08h às 17h

Delegacias Regionais:

08h às 12h / 13h às 17h

Facebook Siga o CORE-SC Facebook
Domingo, 25 de Junho de 2017
Informativo - NOTICIAS CORE-SC

NOTICIAS CORE-SC - 30.03.2011

Atenção para último vencimento com desconto


Anuidades 2011 tem desconto de 10% até 31 de março


Anuidades 2011 podem ser pagas com desconto de 10% até 31 de março. Quem não recebeu a guia de recolhimento das anuidades (enviadas pelos Correios em dezembro para registros em dia) ou estiver com mais de uma anuidade em atraso deve entrar em contato com um dos nove postos de atendimento do CORE-SC. Os certificados de quitação de anuidade estão disponíveis pelo site www.coresc.org.br

Deixou de exercer a profissão, providencie a baixa do registro

Os representantes comerciais que não exercem mais a profissão devem providenciar a baixa do registro no CORE-SC. Quem não dá baixa em seu registro fica sujeito à cobrança judicial das anuidades, que acumulam a cada ano se o Conselho não for oficialmente informado que o representante deixou de exercer a atividade. Depois de processo administrativo, o valor devido entra na dívida ativa e em seguida é executado pela Justiça.Para providenciar a baixa basta procurar o CORE-SC.


Assessor jurídico atenderá nas Delegacias Regionais em abril e maio


O assessor jurídico do CORE-SC, Eduardo Roberto Vieira, vai prestar atendimento a representantes comerciais nas Delegacias Regionais do Conselho instaladas no estado, nos meses de abril e maio.

Os filiados de cada região serão comunicados antecipadamente sobre a visita do assessor jurídico do CORE-SC e os interessados poderão agendar horários para atendimento. Para mais informações, basta entrar em contato com a Delegacia do Conselho instalada em sua região.


14/04, quinta-feira: Joaçaba

15/04, sexta-feira: Lages


25/04, segunda-feira: Chapecó

28/04, quinta-feira: Criciúma


09/05 e 11/05, segunda e quarta-feira: Blumenau


24/05 e 25/05, terça e quarta-feira: Joinville

26/05, quinta-feira: Itajaí




Fiscalização do CORE-SC atuará nas regiões de Criciúma e Blumenau em abril


A agente fiscal do CORE-SC visitará empresas que contratam representantes comerciais na duas regiões para averiguar se todos estão filiados ao Conselho. "Os casos que apresentarem irregularidade ou não se manifestarem dentro do prazo estabelecido serão comunicados oficialmente às autoridades competentes, a exemplo do Ministério do Trabalho", explica o presidente do CORE-SC, Flavio Flores Lopes.


Exemplo: A WEG está completando 50 anos de fundação e atua no mercado por meio de profissionais de Representação Comercial legalizados. "Parabenizamos a WEG por ter se tornado uma das marcas mais sólidas do país, mas principalmante por respeitar a legislação que regulamenta a nossa atividade. Aproveito para estender este reconhecimento a outras indústrias e empresas de grande, médio e pequeno porte que respeitam e valorizam a profissão de representante comercial", destaca o presidente do Conselho, Flavio Flores Lopes.


AGENDE-SE!


Workshop de Vendas acontecerá em Chapecó no mês de abril


Estratégia de Genialidade em Vendas é o título do workshop que será ministrado no dia 30 de abril por Diego Berro a partir das 20h no auditório do Sicom em Chapecó. O evento está sendo promovido pelo CORE-SC, Sindicato do Comércio da Região de Chapecó – Sicom, e Sindicato Regional das Empresas de Representação Comercial e dos Representantes Comerciais Autônomos – Sindrecom.

Diego Berro é graduado em Gestão Empresarial pela EBAPE/FGV, tem MBA Executivo em Marketing (FGV/RJ), Qualificação Profissional em nível Tecnológico em Recursos Humanos, Marketing, Operações e Gestão (FGV – RJ). Possui especialização em Programação Neurolinguística. É colaborador da Revista Venda Mais e co-autor dos livros "Os 30 + em Motivação" e "Ser Mais em Vendas".


Valores do curso:

R$ 200,00 para associados ao Sicom ou filiados ao CORE-SC

R$ 270,00 para não associados

O pagamento pode ser parcelado em 2x com cheque.


Mais informações: Simone Rosa, coordenadora de Capacitação e Eventos do Sicom Chapecó.

Fone: (49) 3319 4600


CORE-SC participa de audiência pública sobre conclusão da BR-101 Sul na Assembléia Legislativa de SC


A pedido da Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano, presidida pelo deputado Valmir Comin (PP), foi realizada no dia 28 audiência pública para discutir a morosidade nas obras de duplicação da BR-101, trecho sul. Foram tratadas ainda a falta de definições quanto ao projeto de duplicação da BR-470 e a construção do rodoanel da Grande Florianópolis. O evento reuniu parlamentares estaduais e federais, secretários de Estado, Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Ministério Público, além de entidades de classe como o CORE-SC, que esteve representado pelo conselheiro Ivo Zanette Júnior (presidente do Siresul), e de organizações não governamentais como a Associação Vias do Sul, criada em fevereiro na cidade de Tubarão e que deflagrou o movimento "BR 101: Vamos duplicar a pressão!"

Entre os encaminhamentos firmados está a realização de uma nova reunião em Brasília, no dia 12 de abril, com a presença do ministro dos Transportes. Ficou definida ainda a realização de uma audiência no Palácio Barriga Verde com representantes do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama/SC) para discutir as licenças ambientais para a realização do rodoanel.

Conforme estudo realizado a pedido da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) a conclusão das obras de duplicação da BR 101, já várias vezes postergada, não estará pronta antes de 2015. Segundo o responsável pelo levantamento, engenheiro civil Ricardo Saporiti, acrescentou ainda que os atrasos estão diretamente relacionados com problemas de gestão e que a previsão para 2015 é otimista.

Sobre o contorno viário da Grande Florianópolis, o engenheiro afirmou que o projeto ficou pronto juntamente com o projeto do contorno de Curitiba, que já foi realizado, enquanto o catarinense ainda está longe de sair do papel. Mais que isso, teve o trajeto encurtado. Inicialmente previsto para ter 47,33 km, foi remodelado para 33,9 km. “A Autopista Litoral Sul arrecada mais em território catarinense, onde possui quatro das suas cinco praças de pedágio. Não sabemos o motivo pelo qual o investimento foi feito somente no Paraná”, questionou.

O presidente da Fiesc, Alcantaro Corrêa, defendeu que, se persistirem os atrasos, os parlamentares catarinenses busquem, junto ao governo federal, a troca dos gestores do DNIT. “As empresas não cumprem o acordado e os responsáveis não cobram a execução”.

Citando os trechos da BR-101 entre Tubarão-Laguna e Araranguá-Sombrio (lotes 26 e 29, respectivamente), o deputado Manoel Mota (PMDB) mostrou-se preocupado com a falta de punição às constantes protelações das empresas responsáveis pelas obras. “Estivemos tantas vezes em Brasília e, apesar da palavra empenhada, as coisas não acontecem. As empresas não cumprem os prazos e não são punidas”.

Futura titular da Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania, a deputada Ada Faraco de Luca (PMDB) pôs em questão os índices utilizados pela concessionária da BR-101 no reajuste dos valores pagos nas praças de pedágio, que passou recentemente de R$ 1,20 para R$ 1,40.

O deputado Moacir Sopelsa (PMDB) acrescentou ser insustentável a situação atual, em que a instalação de praças de pedágio se dá em rodovias ainda não concluídas.

O senador Paulo Bauer (PSDB) manifestou sua estranheza pela interrupção dos projetos de duplicação da BR 280, obra cujo edital já havia sido lançado, mas que encontra-se atualmente suspensa. “O edital foi lançado três dias antes da eleição presidencial, o que já é um deboche. Passaram-se já cinco meses e foi suspenso. Curiosamente, alegando revisão de considerações técnicas”.

Presidente do Fórum Parlamentar Catarinense, o deputado federal Edson Bez (PMDB) adiantou que a bancada catarinense terá uma reunião com ministro dos transportes no próximo dia 12 de abril, em Brasília, que incluirá o ministro dos Transportes, representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e das empreiteiras responsáveis pelas obras. “Vamos propor ao Executivo federal que trate as datas de conclusão como decisão de governo, para, em caso de descumprimento, irmos diretamente à presidente Dilma”, disse.

Ausência do DNIT

A ausência de representantes do DNIT foi destacada por grande parte dos integrantes da audiência pública, que criticaram o órgão em seus pronunciamentos.

“Não há justificativa para a falta de representantes do DNIT, o que me suscita dúvidas sobre a disposição do órgão em resolver os problemas”, disse Angela Albino.

“Lamentável que o órgão responsável perca uma oportunidade como esta para discorrer sobre as obras que a sociedade tanto clama”, disse Valdir Comin.

“Sem a presença do DNIT, infelizmente ficamos sem informações que trariam mais profundidade ao debate”, lamentou Jean Kuhlmann.

“O DNIT não comparece a evento nenhum porque tem medo de ser questionado, pois faltam-lhe informações”, finalizou Alcantaro Corrêa.

Fonte: Portal ALESC, www.alesc.sc.gov.b


"BR 101: Vamos duplicar a pressão!"

ONG promoverá manisfetação no Trevo de Capivari de Baixo no dia 20 de abril


Criada em 17 de fevereiro de 2011 em Tubarão, a Associação Vias do Sul deflagrou o movimento "BR 101: Vamos duplicar a pressão!". O objetivo é congregar cidadãos e entidades para desenvolver ações que busquem acelerar o ritmo das obras de duplicação da BR-101, principalmente nos lotes 25 e 26, bastante atrasados."Queremos somar forças com as várias entidades que já se mobilizam por esses objetivos, promovendo eventos e campanhas que possam mostrar a força da gente do Sul de SC", explica o professor Vladilen Villar, membro da comissão de fundação da Vias do Sul, que nasceu a partir da iniciativa de um grupo de amigos formado por professores, médicos, advogados, engenheiros e empresários.

Representatividade - A Associação Vias do Sul está fazendo uma campanha para ampliar o número de associados e assim ter força e representatividade para atuar em prol do aceleramento da duplicação da BR 101.Para se filiar, basta preencher a ficha de filiação, acessando o link: http://www.viasdosul.com.br/ficha-de-filiacao


Editora responsável: jornalista Érica de Almeida Borges (JP 1111 SC)




Voltar
intranet

Avenida Rio Branco, 796, Centro, Florianópolis, SC, CEP 88015-202. Tel.:(48) 3224-0379
Copyright 2009 - CORE-SC - Todos os direitos reservados
nacional vox